Crónicas do autor:

À Esquina do Tempo

Os sem-abrigo e o trabalho

Prometi recentemente a um amigo que iria expressar-me sobre a causa dos sem- -abrigo, esses refugiados sem amparo que habitam nas margens, mas ao nosso lado, as intempéries deste tempo sem guarida e sem norte. E fazê-lo sem lamechices e fora de ...
À Esquina do Tempo

A política é para comer

A poesia de Natália Correia veio à mesa onde estava eu à procura de palavras para este escrito que havia de ser sobre os recentes dias à volta das eleições. E não é que, inopinadamente, por portas travessas, embora, veio a ser?  
À Esquina do Tempo

O nós que o digital mata

Haviam-me informado de que, em 15 minutos e em passo normal, chegaria ao meu destino. Avancei tranquilamente, que não era tarde. Os quinze minutos foram mais de 25, afinal, pois dispersei, no caminho, o meu olhar pelo olhar de diferentes cidadãos ...
À Esquina do Tempo

Angola: idealismo e realismo

As nossas relações com Angola nunca foram, politicamente, relações entre irmãos, a não ser que se vá pelos caminhos em que – como a minha vida de advogado constatou em muitos processos judiciais, sobretudo em partilhas – se considere o ...
À Esquina do Tempo

A “trumperização” do mundo

Este nosso tempo – cada vez menos nosso” – está prenhe de fenómenos que, não sendo todos novos, assumem contornos e gravidade novos ao ponto de estar em causa um modo de ser e de estar em sociedade que, melhor ou pior, nos trouxe ...

Páginas